Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing Egresso do PPGE tem artigo aceito para publicação na prestigiada revista Harmful Algae | Programa de Pós Graduação em Ecologia

Egresso do PPGE tem artigo aceito para publicação na prestigiada revista Harmful Algae

           O egresso Mauro Cesar Palmeira Vilar teve o artigo proveniente da sua dissertação de Mestrado aceito para publicação na revista Harmful Algae que faz parte da International Society for the Study of Harmful Algae. O periódico possui Qualis A2 na área de Biodiversidade da CAPES e fator de impacto 5,012. O artigo é intitulado “Changes in pH and dissolved inorganic carbon in water affect the growth, saxitoxins production and toxicity of the cyanobacterium Raphidiopsis raciborskii ITEP-A1”, e tem coautoria do Prof. Dr. Renato José Reis Molica (UFAPE antiga UFRPE-UAG), que foi orientador durante o Mestrado.

         No estudo avaliou-se as respostas ecofisiológicas e o potencial genético para aquisição de CO2 de uma linhagem da cianobactéria Raphidiopsis raciboskii submetida a variações do balanço pH/CO2 na água. O objetivo foi simular o efeito combinado da alcalinização promovida pela eutrofização (enriquecimento por nutrientes) dos corpos d’água, juntamente com o aumento do CO2 devido à emissão de gases do efeito estufa. R. raciborskii é uma espécie invasora e formadora de florações (proliferações) em lagos e reservatórios de regiões tropicais e sub-tropicais, sendo nos últimos anos registrada também para ambientes temperados. Linhagens desta espécie ocorrentes na América do Sul são potencialmente produtoras de saxitoxinas (ou toxinas paralisantes de mariscos, como são reportadas para ambientes marinhos) que são potentes alcalóides neurotóxicos, sendo mencionadas recentemente como fator intensificador dos casos de microcefalia causada pela infecção do zika vírus no Nordeste do Brasil, em um artigo de coautoria do Prof. Renato Molica publicado no periódico Plos Neglected Tropical Diseases em Março/2020.

        O estudo é pioneiro em evidenciar a influência de variações no pH e na dinâmica do carbono inorgânico na água (CO2 ↔HCO3-↔CO23-) na produção e perfil de saxitoxinas em cianobactérias. Com base nos resultados, os autores predizem que em virtude das emissões de CO2 e sua difusão em águas de pH alcalino, haverá uma maior disponibilidade do bicarbonato, o qual tem sido apontado como uma fonte relevante de CO2 para cianobactérias, sobretudo a espécie R. raciborskii na qual os autores detectaram genes que favorecem o uso eficiente desta fonte de carbono inorgânico, com consequente aumento na aquisição de biomassa. Em contrapartida, sob uma maior multiplicação celular, registrou-se uma menor produção de toxina, sugerindo um cenário de florações cada vez mais frequentes, mas de menor toxicidade.