cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing Dissertation Writing service Buy Dissertation Online Cheap dissertation writing Cheap dissertation writing cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap essay writing Essay Writing Service cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap dissertation writing service cheap essay writing service cheap dissertation writing cheap dissertation writing cheap essay writing service cheap dissertation writing service cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing Dissertação de mestranda do PPGE investiga ecologia do peixe piau, no rio Capibaribe | Programa de Pós Graduação em Ecologia

Dissertação de mestranda do PPGE investiga ecologia do peixe piau, no rio Capibaribe

A dissertação de Andreza Lima, orientada pela docente Ana Carla Asfora El-Deir, objetivou avaliar as estratégias alimentares e reprodutivas da espécie Leporinus piau (FOWLER, 1941) em uma paisagem com o predomínio da cana-de-açúcar, área não florestada, e uma área florestada no trecho baixo do rio Capibaribe, Nordeste do Brasil. As coletas dos peixes foram realizadas mensalmente entre setembro/2013 e agosto/2014 nas cidades de São Lourenço da Mata, Paudalho e Recife. Foram mensurados os parâmetros abióticos e coletadas amostras de água para mensuração de nutrientes.

Para o estudo da alimentação foram coletados 111 espécimes, sendo a espécie considerada onívora com tendência a herbivoria e malacofagia nas áreas amostradas. Ressalta-se que o hábito malacófago foi observado pela primeira vez para a espécie. Nas áreas florestadas, a espécie apresentou maior diversidade alimentar e nichos mais amplos. 

O estudo vem mostrando que L. piau altera a preferência alimentar de acordo com a estação do ano, evidenciando um comportamento oportunista. Para o estudo de reprodução, foram capturados 97 indivíduos, sendo 54 machos e 43 fêmeas, onde a proporção sexual para o período total foi de 1,25:1 machos para fêmeas e o X²=1,29. A espécie L. piau apresenta um crescimento do tipo alométrico positivo, demonstrando que a espécie aumenta mais em peso do que em comprimento. A presença de estádio maduro foi maior nas áreas florestadas, bem como maiores valores de fecundidade foram obtidos nestas áreas. O Índice de Atividade Reprodutiva (IAR) apresentou-se moderada nas áreas florestadas e foi incipiente nas áreas com impacto agrícola.

Até o momento, os resultados obtidos pelo estudo de Andreza Lima, sobre a ecologia trófica e reprodutiva da espécie Leporinus piau, indicam melhor desenvolvimento alimentar e reprodutivo nas áreas florestadas.