cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing Dissertation Writing service Buy Dissertation Online Cheap dissertation writing Cheap dissertation writing cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap essay writing Essay Writing Service cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap dissertation writing service cheap essay writing service cheap dissertation writing cheap dissertation writing cheap essay writing service cheap dissertation writing service cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing Artrópodes de serapilheira de floresta tropical seca é tema de dissertação no PPGE/UFRPE | Programa de Pós Graduação em Ecologia

Artrópodes de serapilheira de floresta tropical seca é tema de dissertação no PPGE/UFRPE

A mestranda do PPGE Aline Martins Vieira, orientada pela docente Jarcilene Silva de Almeida Cortez, estuda a comunidade de artrópodes de serapilheira em uma floresta tropical seca em regeneração. A dissertação que está em processo de finalização mostra como os padrões de distribuição e diversidade de ordens, famílias e espécies de artrópodes são afetados pela regeneração natural da Caatinga, bem como as mudanças nos aspectos funcionais dessa comunidade relacionados as guildas alimentares.

Nesse estudo foram coletados artrópodes de uma região de caatinga com histórico de perturbação e abandono, configurando uma floresta em crescimento secundário, no sertão paraibano. Esses artrópodes pertencem a diversas classes e ordens, possibilitando gerar conhecimentos sobre a dinâmica da comunidade desde um aspecto mais amplo, ao mesmo tempo que é possível entender a dinâmica das espécies presentes na comunidade em um âmbito mais focal e específico.  Os resultados a nível de ordem mostraram que as áreas intermediárias de sucessão florestal apresentam valores superiores de riqueza e diversidade do que os estádios iniciais e tardios e os índices de substituição de espécies foram baixos entre os três estágios de modo geral. Tais resultados já foram apresentados de forma oral no XIII Congresso de Ecologia do Brasil 2017 em Viçosa (MG).

O trabalho também avaliou os aspectos funcionais relacionados ao aparelho bucal e guildas alimentares presentes nas comunidades dos diferentes estádios sucessionais a fim de investigar o efeito da regeneração florestal sobre a composição funcional dos grupos em questão, além de relacionar os fatores observados com dados abióticos dos ambientes em diferentes tempos de regeneração.